Programação de Poda das Árvores na Cidade Universitária

Com o objetivo de melhorar as condições de iluminação e segurança para a comunidade uspiana, a Prefeitura do Campus USP da Capital (PUSP-C) vem dando continuidade à programação para poda das árvores na Cidade Universitária “Armando de Salles Oliveira” (Cuaso) e USP Leste.

De abril a junho de 2015 o serviço foi realizado nas Avenidas Prof. Luciano Gualberto, Prof. Lineu Prestes, trecho da Av. Prof. Almeida Prado, estacionamento do Instituto de Química e Quadra 10 (área da USP próxima ao Hospital Universitário), além de algumas unidades da USP.

Em julho, foi iniciada a poda para levantamento de copa nas árvores da Praça do Relógio, melhorando as condições de circulação e visibilidade no local. As próximas podas estão agendadas para as áreas da Escola Politécnica, Praça dos Bancos e Rua da Reitoria.

De acordo com a legislação específica, a poda de árvores no Campus da USP apenas pode ser realizada com autorização da Prefeitura de São Paulo. Para agilizar este processo, foi solicitada uma autorização de poda para as árvores localizadas nas avenidas principais do campus.

Remoção de árvores e galhos devido a chuvas

Desde o início de setembro, a PUSP-C tem realizado também a remoção de árvores e galhos caídos devido às fortes e recorrentes chuvas e ventos. Na Cidade Universitária foi contabilizada a queda de 14 árvores, além de galhos espalhados em suas vias, durante as chuvas que ocorreram entre os dias 8 e 12 de setembro de 2015.

Antes da remoção de árvores e galhos grandes caídos é necessária a elaboração de registro e comunicação aos órgãos ambientais do município.

Em casos de queda de árvores ou galhos grandes nas unidades, é necessário:

1. Providenciar foto do exemplar arbóreo ou do galho antes da sua remoção, para comprovar aos órgãos ambientais que a árvore ou o galho caíram devido às chuvas e não por corte ou poda;
2. Informar o local da queda;
3. Informar data da queda;
4. Informar se a queda interrompeu ou afetou outros serviços no prédio ou na área do entorno;
5. Informar se a queda obstruiu calçada, via ou estacionamento.
* Caso a Unidade possua serviço de manutenção de áreas verdes contratado, é necessário informar o nome da empresa e a data da remoção da árvore/galho, nos casos em que este serviço já tenha sido realizado.

Com estas informações, a Prefeitura poderá acionar sua área de Emergências e Risco, para intensificar as vistorias no local buscando prever acidentes e agilizar serviços como poda e corte prévios. Além disso, estes dados são de elementar importância para elaboração de registro a ser enviado à Prefeitura do Município, evitando autuações e buscando acelerar os processos de remoção.

Poda e corte de árvores nas unidades

A PUSP-C também realiza a poda e o corte de árvores nas unidades da USP, após vistoria para verificar os critérios de execução do serviço e solicitar as autorizações necessárias aos órgãos ambientais. Nestes casos, há a necessidade de repasse de verba das unidades.

Atualmente, a PUSP-C está executando a poda e o corte de árvores solicitadas separadamente por cada Unidade. Em julho de 2015 a Prefeitura solicitou 1 autorização de poda para cada Unidade da USP, com validade de 12 meses. Desta forma, está sendo organizada uma programação de poda por unidade e para o campus.

Uma vez emitida a autorização pela Prefeitura de São Paulo, as unidades ainda poderão contratar empresa para realizar a poda ou corte das árvores, independentemente da programação da PUSP-C. Vale ressaltar que somente a PUSP-C pode solicitar a autorização de poda ou remoção ao município.

É necessário salientar que a uma poda adequada não deve suprimir mais do que 1/3 da copa da árvore. A poda drástica é considerada crime ambiental, reduzindo a vida útil da árvore, prejudicando seu equilíbrio fitossanitário e – ao facilitar o apodrecimento de seu lenho – ameaçando a segurança do entorno com a queda de galhos ou do próprio indivíduo arbóreo.

Para solicitar estes e outros serviços relacionados à Gestão de Áreas Verdes, acesse o USP Atende.

Publicado em 25/09/2015