2ª CAMPANHA DE VACINAÇÃO NA CUASO

No dia 26/06, das 09h às 15h, na sala 37 da Marquise do Velódromo do CEPEUSP ocorrerá a segunda campanha de vacinação contra febre amarela e também será aplicada a tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) para toda a comunidade USP e seus dependentes.

Trata-se de uma iniciativa da Unidade de Vigilância em Saúde do Butantã (UVIS) com apoio da Prefeitura do Campus da Capital (PUSP-C) e do Centro de Práticas Esportivas da Universidade de São Paulo (CEPEUSP).

Traga sua carteira de vacinação e participe!

 

Vacina Tríplice Viral SCR (Sarampo, Caxumba e Rubéola):

O sarampo é uma doença viral, altamente contagiosa e transmitida por secreções das vias respiratórias (gotículas eliminadas pelo espirro ou tosse). Os sintomas podem incluir: manchas avermelhadas na pele, febre, tosse, mal-estar, conjuntivite, coriza, perda de apetite, manchas brancas na parte interna das bochechas, otite, pneumonia e encefalite.

Nos primeiros três meses de 2019, o número global de casos de sarampo aumentou em 300% quando comparado ao mesmo período de 2018. Até maio de 2019 o Estado de São Paulo registrou 36 casos.

Todos os indivíduos de 1 a 29 anos de idade devem receber duas doses da vacina contra sarampo. Recomenda-se a vacinação de adultos nascidos depois de 1960, sem comprovação de ao menos uma dose da tríplice viral.

A vacina é contraindicada para crianças menores de 6 meses de idade, gestantes e pessoas imunodeprimidas.

Vacina contra a Febre Amarela

A febre amarela é uma doença viral infecciosa que, em áreas urbanas, é transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti. Os principais sintomas são: início súbito de febre, calafrios, dor de cabeça intensa, dores nas costas e no corpo, náuseas e vômito, fadiga e fraqueza.

A vacina contra febre amarela é contraindicada para gestantes, mulheres que estão amamentando, crianças até nove meses e pessoas com mais de 60 anos. Pessoas imunodepressivas (pacientes oncológicos e portadores de doenças crônicas) também não devem tomá-la.